Pular para o conteúdo principal

POESIA - O 31 não é 01.

Alguém sabe onde está ?

Dia 31 está chegando,
o botão eu quero apertar,
não que pare, 
nem que continue,
mas o que faz tudo zerar.

Dia 01 vem aí,
e quero iniciar tudo novo,
sim, pode ser que sejam as mesmas coisas de novo,
mas iniciadas no novo ano.

Dia 31 está chegando,
é momento de fechar,
frases, falas, atitudes,
checar os sonhos que não conseguiu realizar.

Dia 01 vem aí,
e novos sonhos irei escrever,
voar, viajar, conhecer,
pena que talvez não seja com você.

Dia 31 está chegando,
e quero chegar ao final dele bem, 
chegar calmo, com tudo resolvido,
nada partido, nada de inimigo.

Dia 01 vem aí
e eu quero acordar,
olhar para o céu ao despertar e agradecer pelo ano que virá
sem ter que ficar voltando páginas para relembrar.

E se ainda existirem tristezas no dia 31
tenha certeza que elas não invadirão meu dia 01
porque onde é o fim de um
é o início de tudo.

Comentários

Anônimo disse…
Nossa quando não precisamos voltar páginas para lembrar... realmente foi um ano tão intenso que não preciso voltar páginas está mesmo tudo muito visível ainda. Parabéns Tayago adorando seus poemas

Postagens mais visitadas deste blog

POESIA - Como o clima

Olhe pela janelaVeja o tempo lá fora Viu ? É assim que está meu coração
Olhe o que cai do céu É água ? Lágrimas Geradas pela dor e desilusão
O cinza ? Solidão e dureza As mentiras que me contava Ofuscava o brilho do sol
Porém, De tudo tenho uma certeza a água lava as nuvens passam e meu céu voltará a brilhar
Cuide bem de ti que cuidarei bem do meu jardim.

POESIA - Mulher na Luta

Ela lavava a alma e trazia a calma,
necessária para viver;
ela lavava o corpo e trazia no rosto,
as marcas do que é ser;
era uma lutadora, sonhadora que,
nunca deixou de viver;
era doce e meiga, brava e possessa
não havia injustiça em seu ser.

Cidade ou campo, deserto ou floresta,
ela sabia se virar.
Claro ou escuro, dia ou noite,
e do açoite ela fugiu.
Era escrava branca e sinhá preta,
a inversão que nunca existiu

Mas meu peito chorou e partiu
quando sua boca se abriu,
e me disse que ia para a luta
me deixando um beijo e um 
eterno adeus.

POESIA - Caminhar

Caminhar
Nada mais é do que seguir,
as vezes se sabe para onde vai,
e as vezes não se imagina onde quer chegar.


Caminhar
seja a passos largos ou curtos,
dados para a frente, para o lado ou para trás,
é o que nos faz mais.


Caminhar
na confiança e com dedicação
as vezes torto, as vezes com exatidão
sempre buscando a retidão.


Caminhar
para seguir em frente
é preciso caminhar
e confiar que dias melhores virão.