Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

POESIA - Marcas

E se simplesmente as marcas que temos no nosso corpo sumissem.
Você já parou pra pensar ?
De início, claro é legal não ter marcas, uma pele lisa, bem cuidada, Joelhos inteiros, dedos também.
O cotovelo, intacto. Até parece que não fui criança.
E pensei .... mas ... se as marcas sumirem ?!
Se elas sumirem, sumirão também os acontecimentos, os tombos de bicicleta, os ralados jogando bola, as vezes que cai na rua, ou no rio. Tudo era festa, tudo era desafio.
E me lembrarei do pior xingamento que me faziam: - você solta pipa no ventilador.
Sumindo as marcas, somem os acidentes. Sumindo os acidentes, somem as lembranças.
Do que vou me lembrar ?! O que eu fazia pra aprontar ?! Hoje, acho graça das crianças. Antes, achava graça de mim. Mas, apagando, vou rir de que ? Do que ?
é ... pensando bem ... Deixe minhas marcas bem aqui ... Elas me lembram bem quem fui, quem sou e me ajudam no quem quero ser.

POESIA - Saiba bem usar.

"Para alguém especial"
Tudo o que eu queria agora era o seu abraço, Ele transmite a PAZ que eu preciso agora.
Tudo o que eu queria nesse momento era olhar seus olhos... Me perder neles, que para mim são o céu.
Ver seu sorriso e ter a tua atenção. Ouvir palavras doces e sentir o toque de tuas mãos.
Queria sentir, poder retribuir o que me destes sem saber. Fazer o que fizestes por mim, assim, do nada. Se materializou para mim.
A acolhida, bem recebida, fez com que desabrochasse dentro de mim uma coisa, que se não sei o que é, mas é um gostar, quase que caminhando para o amor.
Porém ... como não posso ... fico a desejar, desejando que quem os receba, saiba muito bem usar.

POESIA - Meu Jardim

Cuide bem do seu jardim,Meu Amor, Cuide bem do seu jardim.
Sou mais uma entre tantas E você cuidando dele Também está cuidando de mim.
Cuide bem do seu jardim, Meu Amor, Cuide bem do seu jardim.
Onde tem rosas, margaridas Azaleias, violetas e eu apenas espinho Mas nem sou tão ruim.
Cuide bem do seu jardim, Meu Amor, Cuide bem do seu jardim.
Mesmo que esteja a regar e dar amor a outras flores, não se esqueça de mim.
Cuide bem do seu jardim, Meu Amor, Cuide bem do seu jardim.
E quem sabe um dia, de tanto ver a minha beleza, seu amor desabroche para mim.

POESIA - Borboletas no estômago

Eu não conhecia essa termologia,e a minha "filha" adotiva tentava me explicar ...
Ela dizia: Pay, não há explicação para essa sensação, é apenas deixar rolar e ver no que vai dar.
E eu louco de pedra, não entendia o rumo da prosa, e queria de pressa, sentir essa sensação.
Ela dizia: Pay, espere e verás, um dia acontecerás, e você vai ver que é muito bom.
E eu não entendia, não sabia o que ela dizia, porque não tinha sentido nada igual.
Ela dizia: Quando for algo verdadeiro, você vai ser o primeiro, a sentir esse voar.
Eu já resignado, esperava desolado, o momento de sentir.
Elas voaram dentro de mim, me fizeram alegres, feliz, meio assim ... As borboletas ocuparam o meu estômago e não quiseram sair.
E para sentir é necessário ser verdadeiro, digo que sinto e sou o primeiro, a novamente sentir algo assim, e desejo que, sem ser nada forçado, ela sinta isso junto a mim.