Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

POESIA - Lentes de aumento

Não, eu não uso óculos. 
Quem me conhece sabe que eu até que enxergo bem,
consigo ver de longe, consigo ver de perto,
mas não conseguia ver além. 

Uma barreira havia sido construida,
e minha visão não conseguia ultrapassar,
esse muro, barreira intransponível,
era o que me desanimava e fazia parar.

Mas a vida é sábia e inteligente,
e Deus é ainda mais,
me concedeu lentes de aumento,
e a força para não mais olhar para trás.

Hoje caminhando, olho em frente,
consigo ultrapassar o túnel, ver o futuro.
e mesmo navegando em mares bravios,
vivo chegando em um porto seguro.

Ah ... lentes aumentadas, 
fizeram com beleza, para a vida eu olhar,
e hoje, com detalhes tão pequenos, 
consigo me divertir, me alegrar.

Ah ... elas tornaram tudo gigante,
é divertido o que antes, 
passava perto, mas eu via distante. 

Ah ... lentes,
as lentes que agora aumentam,
não quero me desfazer de vocês,
que fazem eu melhor ver,
melhor viver.