quinta-feira, 22 de setembro de 2011

POESIA - Esse tal sorriso

É bem verdade que o sorriso vem da felicidade.
E se há felicidade, o sorriso está lá.

Mas de onde vem a felicidade,
essa coisa linda,
que muitos insistem em procurar.

Garanto que não está no dinheiro,
garanto que no outro não está,
não sei nem se anda perdida,
mas sei que quem olhar para dentro,
a encontrará.

Ouro, prata, rubis, diamantes,
peles, casas e carros possantes,
nada disso me alegrará.

Em troca, prefiro os amigos,
um bom lugar, um bom luar.
Risos e sorriso, brincadeiras e histórias.
Lugares que eu vá apenas para conhecer
e termine por me encantar.

Pois bem - se procura a felicidade nos corpos de outra moça,
ou de outro rapaz.
Saiba que os corpos tudo trazem,
mas infelizmente a felicidade não atrai.

E, se realmente deseja o sorriso
e essa tal felicidade,
tenho apenas uma dica:

AME, AME de verdade ....

sábado, 17 de setembro de 2011

POESIA - Da linha ao Carretel

Da linha ao Carretel
do arco íris ao pote de mel
da poesia ao bordel
da terra ao céu.

Do mar ao luar
Do café ao chá
Do Maurício o Mattar
o show não pode parar.

A vida continua
O João caminha pela Rua
O povo na luta continua
e o frei Galvão cura.

Da menina eu quero um beijo
Da vida um desejo
Me divirto ao comer queijo
E a morte não almejo