domingo, 13 de abril de 2008

Caiu a barba ...

Bom ...
Respondendo a inquietação da maioria, venho explicar a barba ....

Seu início foi pensado. Sua intenção era religiosa. Ela teria um início, um meio e um final.
Felizmente, ou infelizmente, ela não teve um final, não até hoje ....

E porque decidi tirar ...

Ela já tinha feito mais que sua obrigação. Levantou inquietações, intrigou a muitos, fez com que pudesse perceber que as pessoas estão tão acostumadas com os padrões impostos pela sociedade (beleza, estética, entre outros) que quando você faz algo que foge dos padrões, as pessoas logo querem te zuar e fazer associações a coisas e pessoas que as vezes você nem conheçe ...
Nesses mais de dois meses (sim, deixei-a crescer desde a quarta feira de cinzas) ouvi muitas asneiras e muita zuação também.

Hoje, depois de feita minha análise, posso dizer que os padrões estéticos que a sociedade impõe através da mídia, são tão fortes, e inconsequentes que levam as pessoas a reprimir tudo aquilo o que não os agradam. E se não os agradam, porque conviver com isso ..

Agora entendo as agressões dos Pit-Boys do Rio a mulheres de prazer (ou simplesmente trabalhadoras esperando ônibus), a homosexuais, travestis, gays, e outras pessoas que não tenham o mesmo gosto que eles, ao magros, ao simples, ao inteligentes entre outros. E isso me leva a pensar onde o mundo iria terminar se começassemos a exterminar a quem está fora de nossos padrões. ...

8 comentários:

Caio Amorim disse...

Tayago, eu comentei, mas eu elogiei! Eu tinha gostado, abraço!

Anônimo disse...

as vezes questionar o padrão não é só se por fora dele, mas tbm do que vc busca. huahuhua...
Como nunca tinha lhe visto assim, foi bom, mas queria te ver de outras formas. e agora?

beijos, muito bom o cementário!

Marcapassos disse...

Olho por olho e o mundo estaria cego...

Elisa disse...

Adorei seu blog!!
Vou passar sempre que puder!!
E pode ter certeza, eu leio tudo! hahaha
continue assim, é sempre bom escrever o que se pensa, refletir, questionar. E o melhor é fazer as pessoas terem essa reaçõa (de reflexão, questinamento)

beijnhos

Tatiana disse...

Bom amigo não sabia que estava de barba...mas sei bem como é isso. Acredita quando vc é gorda desde pequena sabe bem...

Além disso, sempre fui questionada na família por peso, por me vestir mais de preto, por ter cachos mas decidir cortar o cabelo e ai deixar de ser a menina de cachos longos que parece uma boneca...e por tantas coisas....
Mas a que mais me assustou foi em relaçãoa s tranças nago...Quando voltamos da Bahia todo mundo tomou um susto...e olah que so estava com uma tiara...mais o comentario amis feito pelas meninas é que elas se achavam lindas mas teriam que tirar afinmal não podiam paarecer no trablaho de trança nago né se não o chefe a mataria...pois é ...é bem por ai...

beijos e saudade..
p.S: não sabia que tinha um blog e muito emnos que tinah postado o meu blog como recomendação adorei...mas ve se passa lá pra ver ta...tchau

Glau Sodré disse...

Padrão. Essa palavra não deveria existir qdo nos referimos à estética. Nós não nascemos iguais, p q tanto tentamos ser?
A sociedade é cruel, nem todos te aceitam como és. E eu bem sei disso: já emagreci "por ela", alisei o cabelo "por ela"... E aí, vc me pergunta: "Nossa, a amas tanto assim?"
Não, amigo, a pressão é tanta q agente acaba cedendo sem perceber. Pura defesa instintiva pra não ser discriminado...
"Como eu queria ser perfeita e pular esta parte chata ser ser humana, mas estou longe, muito longe disso."
O negócio é 'tentar pensar' q somos diferentes (digo tentar pois somos movidos a não cometer tal ato diante desses padrões), não ser tão racional e fazer o q nos faz sentir bem e se der tempo, ser feliz... rsrsrs
Ahhhhhhh, e não liga não q eu gosto de vc do jeito q vc é viu?!
Com barba ou sem barba Tayago é Tayago sempreeeee! rsrsrs
Te gosto mto
Bjus

Jaqueline Silva disse...

Já ia mesmo perguntar o pq desse 'caiu a barba', também já andei observando a reação das pessoas quanto às outras q não são 'convencionais', rola uma hipocrisia enorme! E dexa a barba crescer de novo! bjo

camila chaves disse...

�oo tay. s� agora me toquei que n�o tinha lido esse texto ainda... mas pera�... vamos do come�o. p�ra tudo.

1 - tu tirou a barba?

n�o, n� j� te falei que eu adoro barbas? estou lendo um livro do sarte chamado "furac�o sobre cuba" e tem uma parte que ele fala de barbas.

eu j� tinha vontade de escrever sobre elas, desse tempo pra c� tenho s� juntado mais elementos. rs. teu texto serviu para esse processo de formula�o... rs. j� que esse texto sai.

ah, se tirou a barba... deixa ela crescer de novo, tay! *-*