sábado, 21 de janeiro de 2012

POESIA - Liberdade

E ao me libertar
vou voar
gritar alto palavras soltas
para impactar, impressionar

E ao me libertar
vou sair por ai
caminhar pelas ruas avenidas
praças, vielas perdidas
procurando nada nem ninguém
olhar perdido ao que convém

E ao me libertar
quero correr
sentir vento
na noite ao relento
deitar e descansar.

E ao me libertar
não existem barreiras
ou ao menos fronteiras
que me impedirão de viajar
de chegar e partir

E ao me libertar
não existo mais em mim
porque o meu próprio limite
inexiste
para quem agora sou.

Nenhum comentário: