segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

POESIA - Me obedece por favor

Oi cérebro ... tudo bom ?
Me faz um favor
por gentileza toma logo a direção
e começa a mandar mais que o coração.

Grita logo com o pé,
para ele parar de seguir
não é mais para ele ir atrás dela não,
mas é para seguir na outra direção.

Para mão !!! Que isso ...
Escrevendo carta ? Isso não.
Para quem ? Para que ?
Você sabe que ela não vai ler
e se ler vai rir de você.

Oh !!! Olhos parem de fechar
e dar motivos para o cérebro sonhar
veja as coisas belas ao redor
se fechar a isso vai ser bem pior.

Estômago ? Ainda está aí ?
Pensei já ter dito que era para liberar as borboletas
não adianta prende-las
se elas não serão alimentadas por esse amor.

Um comentário:

Amanda disse...

Não basta gostar e querer bem..tem q sofrer pra ter certeza que é amor..rsrs