sexta-feira, 21 de outubro de 2011

POESIA - Mas amanhã

Mas amanhã quando acordar

Não quero choro e nem vela,
quero alegria e aquarela,
e um belo sorriso dedicado àquela linda donzela.

Mas amanhã quando acordar

Pode ser sol ou chuva,
a alegria estará presente,
porque terei você a minha frente.

Mas amanhã quando acordar

Queria que o mundo tivesse mudado,
as coisas tivessem melhorado,
as flores nascendo e os amores florescendo.


Mas amanhã quando acordar....

Apenas irei colocar o meu som no ouvido,
rezando e seguindo,
pedindo as mudanças acima,
enquanto vou para mais um dia de trabalho....

2 comentários:

Letícia Paganoto disse...

Adorei, por que sempre há o outro dia!
:D muiiito bom amigunhado!

Aline disse...

Adorei! Amanhã, quando acordar, eu só queria já ter encontrado a minha paz.. =)