quarta-feira, 30 de abril de 2014

POESIA - Gelou

A certeza do incerto fez parar o coração,
fez gelar toda a alma,
trouxe novamente a solidão.

O que antes era certo,
pelo incerto foi desfeito,
e de certo tornaram
o que era gesto em defeito. 

As palavras reverberam,
e vão até a cabeça,
não sei se para ajudar,
ou para não deixar que eu me esqueça.

Nenhum comentário: