quarta-feira, 6 de novembro de 2013

POESIA - Forçando a formatação

Queria eu fugir de
todos os padrões,
todas as configurações,
ou continuações.

Queria não ser igual,
a nada e nem ninguém,
diferente de você,
que quer ser igual a mais de cem.

Queria não ser
Enquadrado
Rotulado
Taxado
Moldado
Configurado
Formatado

No meu programa eu queria
a evolução
de uma configuração
que muda a cada
emoção
como as evoluções de
uma paixão.

Um comentário:

Cacá disse...

Tay,
Muito bom esse poema.
Eu adoro poemas, mas não tenho a menor criatividade (?) para fazer um rsrs..
Parabéns pelo seu blog :)